Total de visualizações de página

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Grupo de Estudo Leitura e Produção de Textos dissertativos argumentativos


GRUPO DE ESTUDO: LER E ESCREVER PARA CONSTRUIR O FUTURO
CRONOGRAMA DE PLANEJAMENTO
Início: 12/09/12
1ª aula: - Motivação para a leitura (Apresentação de vídeo “Ler deveria ser proibido”; Apresentação de slides com a apresentação dos objetivos e metas do grupo de estudo; Texto dissertativo argumentativo ( conceito, regras, macetes) Vídeo aula sobre texto dissertativo: da revista Veja “Novo Enem: dicas de uma redação nota 10” (duração: 4 minutos);    
         
2ª aula: Vídeo aula “Dicas de redação para o Enem” com Professora Doutora da UFRJ: (Duração: 1 h e 3 minutos).

3ª aula: - Explanação oral sobre o tipo textual dissertativo e os tipos de argumentos;

4ª aula: - Leitura e pesquisa de textos dissertativos argumentativos na internet, análise critica dos textos e da proposta do Enem 2011;

5ª aula: - Produção textual de acordo com a proposta de redação do Enem 2011;

6ª aula: - Leitura e analise das produções realizadas pelo grupo de estudo.

7ª aula: - Reescrita do próprio texto, leitura de textos e artigos sobre Ações sustentáveis para melhorar o planeta; Relação sustentável entre o homem e a natureza;

8ª aula: Produção textual a partir das leituras da aula anterior;

9ª aula: Leitura e analise de dois textos escritos por integrantes do grupo, leitura de textos, notícias e artigos sobre a importância, para o Brasil e para o mundo, da crise financeira dos países da zona do euro;

10ª aula: Produção textual a partir das leituras da aula anterior;

11ª aula: Leitura de textos, notícias e artigos sobre:  ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente; - Direitos Humanos; Produção textual a partir das leituras;

12ª aula: Leitura e análise dos textos escritos por integrantes do grupo e reescrita do próprio texto.

Temas sugeridos para leitura:
- Ações sustentáveis para melhorar o planeta;
- Assuntos mais gerais, como o meio ambiente, enfocando as possibilidades de uma relação mais sustentável entre o homem e a natureza;
- Os cuidados com a saúde e o corpo, ligados aos grandes eventos esportivos que acontecerão no Brasil nos próximos anos;
- Principais fatos ocorridos no Brasil em 2011/2012;
- Importância, para o Brasil e para o mundo, da crise financeira dos países da zona do euro;
- Os impactos da Rio + 20 sobre a qualidade de vida do planeta;
- ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente;
- Direitos Humanos;

segunda-feira, 19 de março de 2012

Esperança é fundamental

Assistindo o Fantástico, ontem, fiquei horrorizada com as falcatruas e descaramento das empresas que fraudavam licitações públicas. Estamos num mato sem cachorro. Estamos cercados de cretinos inescrupulosos! E, nós, meros cidadãos de bem, trabalhadores honestos, ficamos à merce de empresários desonestos, funcionários públicos sem pudor, sem ética, policiais que deixam os bandidos envergonhados com tanta capacidade para cometerem crimes...
E nós, ficamos como? 
Ficamos com carra de pastel, ficamos à deriva, sem ter rumo, sem saber à quem pedir ajuda! E agora quem poderá nos salvar?
Como eu gostaria que o Chapolin Colorado fosse real ou o Capitão nascimento, de Topa de Elite...
Mas eu fico desacreditada, com medo de como será o Brasil daqui há alguns anos, como será o futuro das minhas filhas, dos meus netos...
É tenso!!!
Porém, só nos resta ter esperança de que as coisas melhorem, que possamos ter forças e lutar juntos contra
os políticos corruptos e toda essa gente sem coração que rouba, engana, e nos deixa sem esperança, sem confiança!
Nada é definitivo e tem que ter uma saída, enquanto isso vamos tendo esperança, pois esperança é fundamental!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

HOMEM PERFEITO

Estou cansada da futilidade masculina.
Sempre que penso em ter um homem ao meu lado para conversar, contar as coisas do dia, fazer um carinho, um amor, um sexo ardente, chego a conclusão que os homens estão evoluindo negativamente, cada vez mais eu percebo que grande maioria da ala masculina ou está virando gay ou são uns inúteis na vida, que querem uma mulher com uma profissão estável, para se encostarem. Literalmente.

Mas ainda assim, eu quero sim, um dia, num futuro distante, casar-me novamente. No entanto, é preciso avaliar muito bem todos os pontos positivos e negativos dessa futura relação, pois se me basear nos meus últimos relacionamentos e no meu casamento fracassado eu posso concluir que meu dedo é podre, aliás a mão inteira é podre para escolher homens. Por que se um homem que não presta, safado, mulherengo, sem-vergonha e pouco sucedido estiver num estádio de futebol cheio de homens bons e de futuro promissor, aposto o prêmio do BBB que eu escolho o que não presta e de olhos fechados. Estou pra conhecer outra pessoa com a facilidade que eu tenho para atrair homem que não vale nada!
Mais eu queria encontrar um homem com quem eu conseguisse manter um diálogo interessante. Que depois de um dia cansativo de trabalho me perguntasse como havia sido meu dia. Que me fizesse uma massagem nos pés, me abraçasse bem forte e firme por horas, sem falar nada, só sentisse o calor do meu corpo misturando com o dele. Que soubesse o que eu quero só me olhando, sem que fosse preciso pedir ou falar.
Um homem de braços fortes, barba rala, cheiro de creme de barbear, voz do cara que faz a dublagem do Rambo, olhos do Tom Cruise, boca do Cauã Reymond. Que gostasse de dormir de conchinha, não deixasse a tampa do vaso aberta e nem mijasse no meu banheiro todo. Que não deixasse toalha molhada na cama e nem dormisse logo depois de fazer amor. Queria que ele tomasse uma cervejinha comigo nas sextas à noite e não no bar com os amigos, ou então, aqueles que nem tomam uma cervejinha. Deus me livre desses!
Queria um macho viril que fizesse sexo ardente, e amor suave e delicado, as vezes, quando eu tivesse carente. E que me fizesse um carinho, me compreendesse nos dias da TPM. Que aturasse minhas rabugisses, não ligasse com os palavrões que saem dessa boquinha meiga e feminina. (ironia).
Que não implicasse com o quanto eu gasto com futilidades, nem criticasse alguns hábitos que tenho, afinal, vivemos em um país livre e todos têm direito de ser como querem...
E eu sigo na busca!!!

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Analise Literária: Influência dos espelhos de Mário Quintana

Nesta crônica, Mario Quintana, coloca-se no papel de narrador-personagem que recorda um acontecimento de sua infância, em que espelhos eram utilizados como estratégia de marqueting para atrair clientes. Os espelhos distorciam a imagem das pessoas e isso levou-lhe a reflexão de que as pessoas também têm esse poder de projetar para o mundo uma imagem distorcida das outras pessoas, despersonalizando-as.
Pode-se observar que o autor faz um jogo de palavras entre a impressão reflexiva da criança e a constatação dos fatos do adulto.
 O foco narrativo em primeira pessoa em que o narrador-personagem dialoga com o leitor, como se pode verificar logo no início do texto onde o narrador pergunta ao leitor lembrava-se que antigamente os espelhos eram utilizados para atrair os fregueses e na apóstrofe “ Cuidado, incauto leitor!”.
A sequência temporal e as escolhas das pessoas do discurso (eu/tu) reforçam a presença de um diálogo direto entre narrador e leitor, podendo, dessa forma, afirmar que ambos são personagens da história.
O objeto da conversa ora é um fato já ocorrido ora é um fato atual, que demonstra  a antítese infância  adulto, em que pode-se perceber através do uso de verbos no pretérito do indicativo, subjuntivo e no presente (achávamos, conhecêssemos, somos).
A ação é exercida pelo sujeito (narrador personagem ou leitor) e isso justifica a utilização da voz passiva dos verbos.
Apostos são muito utilizados ao longo desta crônica para esclarecer ou referir-se à localização temporal, por exemplo, no trecho: “Nós, as crianças de então, (...)”.
Algumas figuras de linguagem aparecem durante a estruturação da narrativa para criar um efeito expressivo, como exemplo pode-se citar a gradação crescente no trecho: “ Achatando-os, alongando-os, deformando-os”.
Em “o testemunho de milhares de espelhos?” pode-se analisar a presença de uma personificação dada aos espelhos, criando assim uma metáfora em que Mário atenua a responsabilidade das pessoas (alma) pela mudança de personalidade por serem impotentes diante da persuasão dos espelhos que no contexto desse trecho são as demais pessoas que colaboram para a despersonalização dos seres.
A crônica é finalizada por uma gradação crescente: “um conto, uma novela, um romance” e por uma hipérbole: “grave assunto” que tem por objetivo demonstrar a extensão do tema, a influência dos espelhos, ou seja, a influência que a opinião do outro exerce sobre a personalidade e a vida das pessoas.


(Analisada por Jane Matos)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Fael BBB12

Estou gostando da participação do sul-moto-grossense de Aral Moreira: o Fael. No entanto, tenho observado um certo desdém dos demais participantes homens com o nosso Fael. Várias vezes já percebi os homens rindo com desprezo ou descréditos das histórias do Fael. O que eu levá-me a crer o total desconhecimentos dos demais participante do BBB em relação ao nosso estado.
Por que o que a maioria das pessoas sabem do nosso estado é que aqui é rota do tráfico. E por isso na maioria das vezes não acreditam que aqui seja um lugar calmo, tranquilo em que os moradores podem sim andar de carro com o vidro aberto, aqui a gente pode sim conhecer todos da cidade e por isso cumprimentarmos um a um.
Os participantes viajados, modernos e descolados do BBB estão agindo com preconceito com o participante do nosso estado.
Mas a posição do Fael está demonstrando exatamente o que é o sul-mato-grossense, somos simples, humildes e pouco a pouco tenho certeza que o nosso representante conseguirá o respeito e admiração de seus colegas de programação afinal é de nossa gente a persistência, o caráter e a competência.
E pouco a pouco os brasileiros vão conhecer um pouco mais do MS e vão saber que aqui não é apenas rota do tráfico, que aqui não tem jacaré nem onça andando pela rua, nosso estado é sim preservado ( dentro do possível), mas aqui também tem muita gente interessante, inteligente, culta, temos boa música sertaneja e de outros estilos, nossa educação caminha a passos largos e sempre buscando o aperfeiçoamento de nossa gente.
Aqui tem muita coisa ruim ainda, tem políticos desonestos, tem bandidos, tem ladrões, mentirosos, gente boa e gente ruim, pessoas bonitas e feias. Aqui a gente tem tuiuiú, papagaio, arara, fauna e flora, mais além de tudo, aqui a gente tem esperança e tem respeito pelo que é desconhecido.
Por isso o mínimo que esperamos é o respeito com o nosso estado e com o nosso representante no BBB12.

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Estupro no BBB 12?

Em todas as redes sociais e em muitos sites da internet está em destaque a polêmica criada no ultimo sábado (14/01), na primeira festa do BBB12, em que os participantes do Reality: Daniel e Monique, aparecem em cenas suspeitas em baixo do edredom. Eu concordo que a moçoila está bem sem reação, o que leva a constatação de que está chapada e não participa conscientemente do ato.
COISA FEIA DANIEL. Nada justifica seu ato, pois é visível que Monique não participa e tão pouco consentiu o feito, o que leva, segundo o  nosso Código Penal, a  “estupro de vulnerável”!


... Mas, pior ainda é a performance do rapaz! Se o que Daniel fez com a Monique foi sexo, que sexozinho porcaria! Uma pegada muito fraquinha... Putz, e em rede nacional, o cara faz uma pegada sem qualidade nenhuma! kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Penso que o "suposto" estuprador não precisa nem de punição, coitado (DESPREZO), cavou a própria cova, que mulher em sã consciência iria manter relações sexuais com um "negão", modelo, cabelo afro moderníssimo, COM UMA PEGADA FRAQUINHA como a que pode ser vista no vídeo abaixo:


Daniel, você podia ter esperado a moça acordar, de repente ela te ensinava alguma coisa e você não passaria vergonha em rede nacional. Que pegadinha porcaria, heim? ( rindo muito).
Acho que ele se aproveitou da moça (fato!) e acabou mostrando que em matéria de sexo ele cabulou todas as aulas!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

SEXTA-FEIRA 13

Acho legal todo o suspense que criam em cima da tal sexta-feira 13. No entanto, acreditar, não acredito. Não penso que um dia tenha força para mudar ou influenciar nossa vida. Somos os únicos capazes de melhorar ou piorar nosso viver, através de nossas ações e de nossas reações. escrevemos nossa história e somos os únicos capazes de consertar de reescrever de melhorar nossa história.
acredito, sim, na força da ação e reação. Essa lei  da física ou do  espiritismo: a causa e o efeito, dependendo de sua crença, é o que realmente influência nossa vida. tudo que você fizer vai gerar uma consequência que nada tem a ver se é sexta ou qualquer outro dia da semana.
Por isso que venham as sextas-feiras 13 e muitas outras.
FELICIDADE A TODOS!

sábado, 7 de janeiro de 2012

96% dos professores foram reprovados no concurso da Sed Ms

Antes de ontem ouvi no rádio de uma emissora de campo Grande, o radialista dar uma manchete: "96% dos professores não passaram no concurso da SED-MS", a notícia tinha o intuito de desmoralizar os professores,  pondo em CHEQUE a capacidade de cada um. Eu gostaria de salientar que o concurso referido nunca teve o objetivo de ter aprovados, tanto que elaborou uma prova com critérios que deixam isso claro.
Eu gostaria que o governo do Estado ou a Sed-MS divulgassem para a mídia o índice de acertos na parte especifica de cada área, da parte pedagógica e leis. No entanto cada candidato deviria acertar 50% de cada parte, que foi elaborada justamente para que não houvessem aprovados.
Ai o governo, ou sei lá quem tem o interesse de colocar em dúvida a capacidade dos professores, vai e lança na mídia que 96% dos professores não foram aprovados no concurso, isso é FATO, no entanto divulgue para os cidadãos que o índice de acertos na parte especifica de cada área e na parte pedagógica de leis foi muito bom e o que reprovou em massa os professores foi uma dita parte de atualidades que ferrou com a vida dos professores.
Infelizmente não temos tempo de acompanhar as atualidades da China, não temos tempo para acompanhar as atualidades da economia, saúde do Brasil, tão pouco do Mato Grosso do Sul, não que não sejamos informados, a gente até tenta, mas a maior parte do nosso tempo gastamos elaborando e tentando melhorar as aulas para que nossos alunos aprendam mais e se interessem pela aula e a outra parte do nosso tempo livre gastamos pensando e fazendo malabarismos para o salário de professor fechar as contas da economia doméstica e é por isso que  nos sobra pouco tempo para saber sobre a economia e crises da China.
A prova de atualidade foi um forte indicio da suspeita de muitos: esse Concurso não foi feito para que as vagas fossem preenchidas e sim para preencher o espaço vazio no bolso DE ALGUÉM, como se vê acontecer aos montes Brasil a fora.
O Governo do Estado deveria investir mais em cursos de capacitação para os seus professores ao invés de ficar investindo em coisas que depreciam a imagem dos, já tão desacreditados, professores.
Gostaria de deixar registrado minha indignação com a manchete que ouvi numa rádio da capital e em momento algum quero justificar a reprovação em massa, no entanto, acredito que os critérios utilizados foram um tanto rigorosos e se encarado do ponto de vista da reprovação em sala de aula, onde o professor é responsabilizado pela reprovação, neste caso: quem são os responsáveis?
Eu enquanto professora, reconheço que possuo muitas falhas, porém busco corrigi-las, busco melhorar sempre minhas aulas e  minhas didáticas e dinâmicas utilizadas com meus alunos, tento adquirir mais conhecimento para tornar meus alunos seres pensantes e críticos, críticos de sua personalidade, de suas capacidades, de sua política e de seus interesses...
E são eles, os melhores indicies para demonstrar se meu trabalho, enquanto professora, é digno de aprovação.